Como economizei R$ 31.790,00 em apenas 2 horas?

Calma, não desisti de nenhum de meus sonos ou deixei de realizar algum investimento.

Na verdade, ao longo de 2 horas, tomei atitudes que me proporcionarão uma economia de R$ 1.589,50 nos próximos 6 meses, de R$ 3.179,00 no próximo ano e de R$ 31.790,00 nos próximos dez anos.

Como?

É simples: cortei alguns gastos desnecessários.

Todos temos despesas que podemos facilmente cortar, sem que isso gere a redução de nossa qualidade de vida ou de nosso conforto.

Na realidade, temos muitos gastos que sequer conseguimos justificar. Meus pais, por exemplo, possuem TV a cabo em quase todos os cômodos da casa, e geralmente estão assistindo às novelas da Globo, ao Jornal Nacional ou ao futebol de domingo.

Pois bem, há alguns dias decidi cortar alguns gastos “inúteis” e hoje, trabalhando com apenas 6 despesas comuns, consegui obter uma economia de mais de R$ 250,00 por mês.

Vejamos:

Clube Smiles
O que é: é um programa de fidelidade que, em troca de uma mensalidade, lhe dá determinado número milhas, que podem ser trocadas por passagens aéreas da Gol.
Motivo do corte: manter a assinatura do Clube Smiles tornou-se uma despesa desnecessária depois que realizei minha última viagem (na prática, meus cartões de crédito acabam gerando mais milhas que as obtidas com o clube).
Economia mensal: R$ 35,00 (R$ 42,00 a partir de janeiro de 2018).
Economia anual: R$ 420,00 (R$ 504,00 em 2018).

Netflix
Motivo do corte: eu e meu amigo tinhamos, cada um, uma conta na Netflix, que acabávamos usando apenas nos fins de semana, devido a rotina atarefada de nosso dia a dia.
Alternativa: depois de uma rápida conversa, eu e meu amigo chegamos à conclusão de que eu poderia usar sua conta na Netflix e, em troca, ele usaria uma conta que mantenho em outra plataforma.
Economia mensal: R$ 22,90.
Economia anual: R$ 274,80.

Plano de celular
Motivo da redução: economia.
Como fiz: liguei para a operadora (10 minutos até conseguir falar com um atendente) e pedi para cancelar o meu plano (Oi Controle Intermediário), disse que o motivo do cancelamento era o preço e que eu gostava dos serviços oferecidos (assim, me ofereceram o mesmo plano, com um desconto permanente de 35%).
Economia mensal: R$ 17,60 (o plano de R$ 52,50 passou a custar R$ 34,90).
Economia anual: R$ 211,20.

Cartão de crédito Platinum
Motivo do corte: para ser franco, só mantinha esse cartão na carteira porque era prateado e porque a anuidade era gratuita, de modo que, a partir do momento em que passaram a cobrar a anuidade, não havia mas razões para manter esse cartão (até poderia tentar conseguir uma redução na anuidade ou mesmo uma isenção, mas, sendo sincero, estava ocupando espaço na minha carteira).
Economia mensal: R$ 33,17.
Economia anual: R$ 398,00.

Cartão de crédito International
Motivo da redução: possuo dois outros cartões que atendem bem minhas necessidades, sendo que um deles, além de não ter anuidade, gera pontos que posso trocar por milhas ou outros produtos – o cartão de crédito da Saraiva).
Surpresa: a minha maior surpresa, ao cancelar esse cartão, foi que nem fizeram questão de me manter como cliente, mesmo tendo um gasto médio relativamente alto para esse tipo de cartão.
Observação: mantive o cartão, mas cancelei a função crédito.
Economia mensal: R$ 16,25.
Economia anual: R$ 195,00.

Natação
Motivo do corte: tenho duas piscinas em meu condomínio (por que, então, estava pagando para nadar em um clube?).
Economia mensal: R$ 140,00.
Economia anual: R$ 1.680,00.

Tá, e a dúvida que não quer calar: o que vou fazer com esse dinheiro extra?

Bom, como não tenho dívidas e, na prática, não precisava realmente cortar despesas, vou usar essa renda extra em coisas que me deem prazer. Talvez volte a fazer italiano… Ou, quem sabe, aumente minha poupança de férias?

.