O que esperar do programa de recompensas da Nubank?

Há alguns meses, ao redigir o artigo “Nubank x Digio”, anunciei que o cartão oferecido pela Nubank passaria a contar com seu próprio programa de recompensas.

Hoje, iremos analisá-lo.

img-responsiva

O que você precisa saber?

O Nubank Rewards, lançado em 1º de agosto, é um programa de recompensas opcional, ou seja, você pode aderir ou não ao sistema de pontuação oferecido pela Nubank.

Como costumo dizer, porém, não existe almoço grátis.

Optando por aderir ao programa, você pode escolher entre pagar uma mensalidade de R$ 19,00 (R$ 228,00 por ano) ou uma anuidade de R$ 190,00.

Aderindo ao sistema de pontuação, contudo, você ganhará 1 ponto para cada R$ 1,00 gasto com o cartão roxinho, e poderá “apagar” gastos de sua fatura.

Segundo a empresa, chega de produtos inúteis, voos impossíveis e de transferir para cá e para lá.

Na prática, no entanto, você só poderá abater gastos com hotéis e passagens aéreas, com o Uber, em algumas compras na Amazon e em serviços de streaming, como o Netflix e o Spotify.

Aliás, na prática, você não poderá abater gastos com hotéis e passagens aéreas, pois você só poderá abater gastos completos (ou seja, se você fez uma reserva por R$ 400,00, você precisará acumular muitos pontos para reduzir sua fatura - 40.000 pontos, para ser mais exato).

Gastos menores, todavia, podem ser apagados com um número menor de pontos (3.000 pontos, por exemplo, abatem contas de R$ 30,00 na Amazon, sendo que qualquer plano da Netflix é apagado por 2.600 pontos).

Vale a pena?

Levando a mensalidade e as taxas de conversão em conta, o programa de recompensas da Nubank somente é vantajoso caso o cliente tenha gastos elevados com o cartão e, com isso, consiga abater pelo menos R$ 19,00 em cada fatura (o preço da participação no programa).

Se você tiver gastos mensais de até R$ 1.900,00, portanto, continue com a versão gratuita do cartão. Opte pelo programa de recompensas somente se você tiver gastos superiores a essa quantia.

Opinião pessoal?

O programa de recompensas da Nubank, em termos financeiros, é idêntico ao oferecido pelos grandes bancos brasileiros.

O cartão Ourocard International, do Banco do Brasil, por exemplo, lhe dá 1 ponto para cada dólar gasto.

A princípio, portanto, o cartão da Nubank, que lhe dá 1.000 pontos por cada R$ 1.000,00 gastos, seria mais vantajoso.

Mas não se engane, as milhas dos cartões convencionais “valem” mais, e considerando-se que a aquisição de uma milha na Smiles, em boas promoções, sai por R$ 0,03, na prática as “recompensas” oferecidas pelos cartões convencionais e pelo cartão roxinho são financeiramente semelhantes.

Por outro lado, é preciso deixar registrado, que o resgate de milhas por meio do aplicativo da Nubank será significativamente mais fácil que o resgate de milhas em cartões convencionais. Nesse ponto, não tenho nenhuma crítica ao sistema oferecido pela empresa, que, aliás, tem o excelente atendimento como seu diferencial.

Observação final:

Nem Nubank, nem cartões convencionais.

Se seus gastos não são suficientes para justificar a aquisição de um cartão Platinum ou Black, opte pelo cartão de crédito oferecido pela Saraiva. Além de não ter anuidade, conta com 2 programas de recompensas que, embora mais modestos, são mais interessantes que os sistemas de pontuação oferecidos pela Nubank e pelos grandes bancos brasileiros.


Aproveite que está aqui e não deixe de conferir:
- O colapso da Previdência Social (o que você precisa saber antes de criticar a reforma previdenciária)

.